...
top of page

FJSERJ ENCERRA 2022 COM NOVOS SHODANS


A Federação de Judô Social do Estado do Rio de Janeiro - FJSERJ encerrou o ano de 2022 promovendo atletas do 1° Kyu, aptos a shodan (faixa preta). Seguindo o regulamento do Conselho Estadual de Graus, que exige conhecimento histórico e técnico, o exame foi minucioso e observou os mínimos detalhes.

Na abertura foi aplicada uma prova de conhecimento sobre o Caminho Suave, com pontuação inserida na soma da avaliação geral.

O Nage-Waza (técnicas de projeção) e Katame-Waza (técnicas de solo) foram exaustivamente cobradas pela banca examinadora. E o Nage-No-Kata teve análise profunda observando todas as aplicações e seus movimentos. É como explicou Romualdo Felipe sensei (CEG): "Se o postulante a faixa-preta deseja prosseguir e futuramente ser professor da arte de Kano Shihan precisa ter conhecimento para ministrar aos seus alunos.".

Eduardo Duarte sensei, presidente do Judô Social Rio e também membro do CEG reconheceu que foi exigido bastante dos judocas, porém, afirmou ser necessário; pois o

conjunto de técnicas do Gokyu devem ser aplicadas como Jigoro Kano ensinou e determinou. Qualquer mudança foge do objetivo do judô: "Somos uma instituição que preza pela honra, dignidade e respeito. Portanto, muitos podem estranhar e nos rotular de radicais por apresentarmos um esporte pautado no que foi ensinado pelos grandes mestres do início (1882) até hoje; respeitamos as tradições.".

Professor Eduardo aproveitou para agradecer aos senseis que prepararam, nas academias, seus alunos para caminharem até a consagração. E aproveitou para demonstrar toda gratidão ao Jequiá Iate Clube nas pessoas do senhor Comodoro Augusto Martins Monteiro e do Senhor Vice-Comodoro Telmo Alberto Gomes pela sessão do Dojo (local do caminho) para nossa graduação final.

Guará Matos - Coordenador de Comunicação. ----- Fotos: Rebeca Eli.

10 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page